domingo, 17 de janeiro de 2010

Malpica do Tejo - Fronteira à Vista!

Surpresa… surpresa!!!! Post BTTHAL escrito a tempo e horas… no mesmo dia da volta… inédito… hein!!! Surpreeendidos??? Ehehehe… Somos conotados como os “atrasados” da bloosfera… pois aí têm… Nem sempre… nem nunca! Post… quentinho e acabado de sair! Fico desde já à espera dos comentários a felicitar este despacho! Eheheh…! Vamos lá então à reportagem do dia…

Habituados à neve (!!!) das duas últimas pedaladas? Pois é… o que é bom acaba depressa e essas oportunidades andam muito próximo do único! Quem aproveitou… aproveitou… quem não aproveitou… já não vai ter mais… certamente! Ou talvez daqui a muitos anos (como Castelo Branco está habituado!) Hoje… amanheceu sem neve (óbvio), sem chuva (yesssss!)… mas com nevoeiro (ohhhh)! Manteve-se por pouco tempo, dando depois lugar ao envergonhado sol (yeeessss!) que espreitava aqui e acolá entre as nuvens! Mas… muito envergonhado este sol! Primavera… estás perdoada… volta depressa com esses campos verdes, floridos… e cheios de sol… ameno!

Condições meteorológicas aparte… encontraram-se 8 “maganos do pedal” nas Docas com vontade suficiente para desbravar um bom par de Km’s. Agnelo Quelhas, Bruno Dias, Dupla Fidalgo, Luís Lourenço, Álvaro, João Valente (eu) e o Marcelo. Opsss…. eu disse Marcelo??? Mas… este gajo não era suposto estar a negociar bikes? Trocar estas por esta e depois dá-me aquela… já não quero esta…. antes quero aquelas na troca desta para depois ficar com aquelas e juntar à que tenho para trocar por mais aquela e esta!!!!! Marcelo… é assim ou não é!?!?! Estou a apanhar o jeito, hein???

Ok, ok… estou a exagerar… mas… tem sido quase assim… ehehe! No final de contas… o Marcelo hoje apresentou-se com uma nova montada a Trek Fuel Ex 9.9, um mimo à vista, um espectáculo de peso, uma dor para a carteira!… Esse Pedaleiro Sram Noir… faz-me chorar de pena, inveja, cobiça e ciúme… sniiff, snifff… queria um igual!! Marcelo… os meus parabéns pela escolha… agora é terreno debaixo dessas rodas! Ou estás a pensar trocar a máquina para breve!?!?!?! Eheheh…

O bom ambiente estava criado, após uma série de chalaças ao amigo Marcelo… vá-se lá imaginar porquê??? Mas… o grupo está completo? Hummm... acho que a caneta vermelha vai ter de colocar mais uns sinais negativos na caderneta de alguns meninos…ai vai, vai!!! Certamente trocaram a volta de hoje pelo Vale… vale dos lençóis e almofadas!!!! A preguiça… é tramada!

O Agnelo tinha enviado um mail na véspera a propor uma voltinha daquelas tipo kuduro… e não é que a malta vinha toda com o espírito da aventura no corpo! Bem… o Marcelo foi apanhado um pouco desprevenido… mas um negociante de bikes deste gabarito não se faz rogado e embarcou na aventura com o resto do grupo! Em boa hora saímos do Centro Cívico rumo ao Vale… Vale do Pônsul… que já há umas boas semanas não era visitado por nós! Foi hoje o dia!

Seguimos por trilhos já conhecidos até à zona da Srª de Mércoles para depois partirmos na aventura de um trilho pouco pisado onde a giesta alta, bem como os paus caídos dificultavam a progressão! O terreno esse… está do melhor para fazer perna… pesado, ensopado, lamacento… e aqui e acolá surgem autênticas piscinas de água barrenta capazes de engolir uma bicicleta por meio! Estupendo para dar cor (castanha) à tirada de hoje!

Já na velha ponte do Rio Pônsul, traçámos azimutes para Malpica do Tejo… enveredando pelos caminhos que habitualmente percorremos quando vamos para esta localidade. A temperatura aquecia em cada subida que era vencida… e os agasalhos de inverno… começavam a fazer calor!! Ou seriam as subidas?

Malpica do Tejo à vista, cerca de 30Km’s percorridos, era tempo da primeira paragem do dia para o merecido café matinal, no Café Sacul. Faziam-se contas às horas e depressa foi ver toda a gente a pegar no telelé a avisar o previsível atraso para o almoço! Ainda havia margem… mas foi melhor jogar pelo seguro!

Daqui até ao nosso destino, percorremos uma série de caminhos (já pertencentes ao Parque Natural do Tejo Internacional) entre eucaliptos, com sobe e desce constante… (i love it) para depois enveredar pela descida mais íngrame do dia e culminar no nosso destino! Ei-lo diante dos nossos olhos! Fronteira à vista! Terras de Espanha… ao alcance das nossas pupilas! Lá em baixo… fundo… as águas calmas do Tejo separam território Português do povo de “nuestros hermanos”! Herrera de Alcântara… é a povoação do outro lado!

Um apontamento de história e realidades para dar alguma cultura ao texto: “Há amizades que resistem a praticamente tudo e o caso das populações de Malpica do Tejo e Herrera de Alcântara é disso exemplo. A fronteira entre Portugal e Espanha caiu, mas as duas localidades continuam separadas pelo rio Tejo. A construção de uma ponte é por isso um sonho alimentado dos dois lados da fronteira. Rodrigo Salgado, o autarca de Herrera, reivindica uma ligação entre Cáceres e Castelo Branco, a fronteira entre Malpica e Herrera podia ser uma boa solução, num momento em que a alternativa é a ponte de Alcântara, que fica a cerca de 80 quilómetros de cada uma das localidades. Rodrigo Salgado lança ainda outra ideia ao rio. Para o autarca espanhol o barco turístico previsto no âmbito do projecto do Tejo Internacional podia ser aproveitado para transportar pessoas e até viaturas entre os dois lados da raia”

De facto… seria uma ideia excelente! Imaginem as possibilidades de raides a pisar dois países!? Vermos as “gajas” espanholas… aquelas boas!!! Ok… vamos descer à terra! Neste local fabuloso, tirámos a fotografia de grupo com vista para o Tejo… ainda que não tenha sido nada pacífica esta fotografia! Lembram-se??? O que a malta faz por uma só fotografia!!! Eheheh… mais um bom momento hilariante vivido neste dia!

O tempo não pára… era hora de regressar! E se tínhamos feito há pouco tempo a descida mais íngreme do dia… pois estava na hora de fazer a subida mais “subida” do dia! O que veio a tornar-se uma constante até atingirmos a cidade de Castelo Branco! Chegados a Malpica do Tejo, e em consenso (isto é ser grupo!) optámos por fazer a ligação até à cidade via asfalto! Não por ser mais fácil… pois as subidas estão lá todas, mas por ser mais rápido!

Vencidas as 3 ou 4 séries de subidas (ufff… uffff)… com o grupo todo escangalhado face à diferença de ritmos… era tempo de reunir de novo já na zona da Carapalha! 13:00… xiii… demos um excelente sova no relógio! O atraso estava praticamente abolido! Mas… já que avisámos lá em casa… fomos brindar com umas “sagrespan” no Café Trigueiros… ali bem pertinho da Escola Secundária Professor Doutor António Sena Faria Vasconcelos.

É indiscutível que foi uma excelente manhã… com uma escolha de trilhos muito boa! É bom sentir que temos um bom grupo, cada vez mais coeso, onde todos têm palavra, e onde o espírito de convívio surge com naturalidade! Vamos continuar assim…

Infelizmente (não imaginem o quanto!) não irei poder estar presente nos 2 próximos Domingos! Percorram uns quantos Km’s por mim… a subir!

Fiquem Bem…
Abraço a Todos!

12 comentários:

Fidalgo disse...

Desta vez a pontualidade acima de tudo. Realmente assim dá gosto pedalar neste grupo (Democrático).
Parabens pela reportagem. Um abraço.
Fidalgo.

Agnelo disse...

Asfalto à parte foi uma manhã bem passada. A descontracção era tanta que até esqueci de me despedir do pessoal à saída do café Trigueiros, não me tendo apercebido que iam pela outra rua. Abraço e parabéns pelo relato. Para a semana há mais e o Marcelo estreia bicicleta nova!

AQ

Agnelo disse...

Já me esquecia, fiquei impressionado por não teres passado a tarde a ressonar no sofá e "Postado" logo. Parabéns.

JValente disse...

Gostaram da pontualidade... hein!!!
Pois é... mas não se habituem, que não vai pegar moda!!! Eheheh!

Para quem escreve... é sempre um reforço positivo receber os vossos comentários. Obrigado!

Abraço

Filipe Salvado disse...

Presumo que as faltas a caneta vermelha sejam para mim...
De facto tenho andado "um pouco" parado,devido ao mau tempo que nos últimos tempo se fez sentir e tb, tal como hoje,por indisponibilidade por me encontrar de fim de semana na minha terra. Tb não será no próximo fim de semana,pois estou de "matança". Mas será o mais breve possível,pois já tenho saudade e sinto falta de "respirar ar puro".
João,como sempre,grande reportagem!
Palavras para quê? Desta vez,com reportagem EXPRESS!
Um abraço e até breve.

Filipe Salvado

Marcello Silva disse...

Estou mesmo chateado já é o segundo comentario que faço e o primeiro nem sequer apareçeu será que era grande demais ou foi censurado ?
Excelente reportagem com boas fotos e um timming fora do normal, gostei da companhia e do passeio,aviso aos faltistas tais como F Micaelo, Filipe, Nuno Dias, João Afonso que estamos a pensar em acordar vos a toque de campainha para virem andar de bicicleta , podem escrever aqui comentarios para se poderem defender

FMicaelo disse...

Eu nem me tento defender... a preguiça é tanta, que se alastrou aqui ao teclado....eheheh.
Aqui o faltista vai continuar a faltar pelos proximos 2 fins de semana também, porque o trabalho assim o exige. Bebam uma e pedalem 100 (km) por mim!

Varadero disse...

Olá pessoal,

Belas aventuras essas, já para não falar do dia da neve!!!

Até parece que lá estava a pedalar convosco !!!

No próximo fds vou até às caganitas apareçam por lá para podermos conversar um pouco!!!

Abraços,
Nuno

Marcello Silva disse...

Tenho uma duvida como é que conseguiste tirar uma fotografia ao burro tao quieto ? É a mim quando eu passei o gajo quaze que me manda-va um coise (sapatada ).Já agora faltou dizer que também tenho muita inveja das tuas rodas mavic slr.

O pessoal continuem a mandar comentarios porque se passarmos a duzia o pessoal do btthal vai continuar a publicar os posts em tempo record.

JValente disse...

Eheheheh... que arraial de comentários!! Assim vale a pena a escrita "express"! Por mim podem continuar... que gosto! Mas... não se esqueçam do nosso amigo Agnelo... que deve estar a preparar algo à sua medida! E o "Mundo de Aventuras" vai sair com manchete para a malta lá ir ver???

PS: Os da "caneta vermelha" eram mesmo esses... e também o menino Pedro Antunes... que tem andado desaparecido!!! Ai, ai!

Luis Lourenço disse...

A malta que demanhã "só na caminha" (como dizia o outro) perderam uma boa manhã a bttar com a malta.

Água precipitada?? Só debaixo para cima e levantada pelas meninas.

O burro até ficou bem na fotografia!
E não teve de andar armado em cabra para tirar uma foto.
E o burro sou eu??!!!Poderia dizer ele...

Enfim o que vale é que tudo alinha e sem insistir muito. A coisa corre sempre bem e na paródia a volta custa metade.

1 abraço e força nas varetas.

JValente disse...

Para que conste o burro chamava-se Pardal! Após a fotografia o dono perguntou-me para onde ia a fotografia... ao que eu respondi para Castelo Branco!

- Dono do Burro (DB)- Mas... para que casa de fotografias é que vai?

- Eu (JV) - Não é para nehuma loja de fotogarfias é para a internet!

- DB - "Intanete"??? Isso fica em que rua lá em Castelo Branco??

- JV - !!!!!!!!!! Amigo... tenho de ir embora que eles já lá vão longe!

Caricato heim... (Esqueci-me de escrever esta passagem na foto-reportagem!)

Abraço a todos!